• Facebook App Icon
  • Instagram App Icon
  • YouTube clássico

Museu

Veja abaixo como foram as edições anteriores:

Super Liga 1

abr-mai/2010

Depois de muito planejamento e de perceber que o meio estava carente de um campeonato assim, a Sportiva criou a Super Liga Publicitária de Futebol Society.

 

A 1ª edição, que rolou entre 10 de abril a 15 de maio de 2010, teve a participação de 12 agências de publicidade de São Paulo. Durante 6 sábados, Agência Click, Mood3, Publicis, Taterka, McCann Erickson, Almap/BBDO, BorghiErh/Lowe, Leo Burnett, Tedesco, The Marketing Store, New Style e DM9DDB lutaram pelo troféu do torneio.


Depois de disputas acirradas, jogos eletrizantes e muitos gols, a Leo Burnett derrotou a Tedesco na prorrogação da final papou o primeiro título. Celso Bottino, da Leo Burnett, foi o artilheiro do campeonato, com 13 gols. William Silveira, da BorghiErh/Lowe, foi escolhido o melhor goleiro.

 

A Super Liga contou com grandes parceiros para sua realização. Boa parte da divulgação do torneio foi feita pelo blog Publicijobs. Além disso, a Editora Abril, por meio da Revista Placar, deu um exemplar da revista para cada participante, além de jornais Placar em todos os finais de semana.

Super Liga 2

out-dez/2010

A 1ª edição da Super Liga Publicitária de Futebol Society teve tanto sucesso, que na pesquisa pós-evento que a Sportiva realizou, os participantes praticamente cobraram que a 2ª edição fosse realizada ainda no mesmo ano. E assim foi feito!

 

Entre 16 de outubro e 4 de dezembro de 2010, os publicitários correram atrás da bola em busca do título da Super Liga. Além de Agência Click Isobar, Taterka, Almap/BBDO, Leo Burnett, The Marketing Store e New Style, que também participaram da primeira edição, J3P, Guiropa, Multi Solution, Nova S/B, Oon Networking, Out Promo, Predicta, Salem, Sociedade Coletiva e Tugarê também jogaram dessa vez.

 

Mantendo a mesma base do campeonato anterior, o time da Leo Burnett faturou o bicampeonato, dessa vez derrotando a AgênciaClick Isobar na final. Douglas Mazzoco, da Guiropa, foi o artilheiro, com 12 gols marcados. Marcelo Hirakawa, da Tugarê, foi o melhor goleiro.

Super Liga 3

abr-mai/2011

Entre abril e maio de 2011, a 3ª edição passou a ficar mais competitiva e, consequentemente, mais difícil. E não são apenas os números que dizem isso. Os próprios participantes que estiveram presentes nas 3 edições também concordam.

 

O fato é que o tempo foi passando e todos foram percebendo quais são os caminhos do sucesso na Super Liga.

Com 20 equipes inscritas, sendo Africa (que entrou com 2 times), AgênciaClick Isobar, Central Business, Gauge, Guiropa, Leo Burnett, Mohallem/Artplan, NBS, New Style, Nova/SB, Nuova, Ogilvy, Out Promo, Predicta, Riot, Sociedade Coletiva, Tedcom, TV1 e Wunderman, a Leo Burnett teve bastante dificuldades para vencer a Out Promo na final e sagrar-se tricampeã.

 

Essa foi a primeira vez em que a atual taça da Super Liga foi utilizada, com a plaquinha de cada campeão colada em sua base. Celso Bottino, da Leo Burnett, repetiu o feito da 1ª edição e foi o artilheiro, com 12 gols. Airton Hobo, da Out Promo, foi o melhor goleiro. A partir dessa edição foram criados outros prêmios. O Craque do campeonato foi Luca Lima, da Leo Burnett. Também foi instituído o prêmio Espírito Super Liga, dado a torcida mais animada e vencido pela Nuova.

Super Liga 4

out-dez/2011

No segundo semestre de 2011, a 4ª edição da Super Liga foi a maior em número de equipes: Africa, AgênciaClick Isobar, Almap/BBDO, Cia Group, Gauge, Leo Burnett, Loducca, Mood3, Multi Solution, New Style, Nova/SB, Nuova, Out Promo, Predicta, Publicis, Rede 106, Riot, Sociedade Coletiva, Super Produções, TV1, WMcCann e Wunderman, totalizando 22 equipes!

 

Além de ser a maior edição, a 4ª Super Liga marcou o final da hegemonia da Leo Burnett. A Predicta, que jogava desde a segunda edição, ia melhorando a cada jogo, a cada fase e chegou ao título nessa ocasião, derrotando a estreante Cia Group na final. Bruno Leote, da Predicta, foi o artilheiro, com 13 gols marcados.

 

Paulo Pereira, da Cia Group, foi o melhor goleiro da edição. O Craque dessa vez foi Ricardo Diniz, que defendia a Wunderman naquela ocasião. O Espírito Super Liga foi para a Predicta.

Super Liga 5

fev-mar/2012

Ability, Accuracy, AgênciaClickIsobar, Cia Group, F.biz (2 times), Isobar, Leo Burnett, Out Promo, Predicta, Publicis, Riot, TV1, WMcCann e Wunderman, foram as 16 equipes que jogaram a 5ª edição da Super Liga entre abril e maio de 2012.

 

Essa foi a primeira vez em que a final do campeonato foi repetida, entre Predicta e Cia Group, assim como na edição passada. Dessa vez, Predicta e Cia Group travaram um duelo equilibradíssimo, sendo resolvido apenas nas cobranças de pênalti. Esse é considerados por muita gente o jogo mais emocionante da história da Super Liga.

 

Bruno Leote, da Predicta, conquistou sua segunda artilharia, dessa vez marcando 12 gols. Lucas Bonifácio, da TV1, foi o melhor goleiro. Rogério Rodrigues, da Cia Group, foi eleito o craque do campeonato. Com toda sua festa e irreverência, o pessoal da Wunderman ficou com o Espírito Super Liga dessa edição.

Super Liga 6

set-nov/2012

Novamente sendo disputada por 16 agências, a Super Liga subiu um degrau da competitividade nessa edição. Todos foram unânimes no pensamento de que o campeonato havia ficado mais difícil. Por isso, Africa A, Africa B, Ability, Admotion, AgênciaClick, Cia Group, Gauge, Geo Eventos, Inter.net, Leo Burnett, Out Promo, Predicta, Publicis, Spot Promo e Wunderman, suaram mais na tentativa da busca pelo título.

 

Mostrando entrosamento e evolução no torneio, a Inter.net derrotou a Leo Burnett na final e conquistou seu primeiro título. Vinícius Silva, o Vini, da Ability, foi artilheiro do campeonato, marcando 17 gols. Ele também foi eleito o craque da edição. Raphael Mateus, da AgênciaClick, foi leito o melhor goleiro. A partir dessa Super Liga passamos a premiar também o melhor defensor. Alex Zwir, da Inter.net, faturou o prêmio.

Super Liga 7

abr-mai/2013

Homenageando Garrincha, o melhor 7 de todos os tempos, a Super Liga teve 20 times disputando essa edição: Ability, Admotion, AgênciaClick, Central Business, Chleba, Havas, Inter.net, Jotacom, Leo Burnett, Lov, NBSete, Nova/SB, Out Promo, Peppery, Predicta, Riot, Spot Promo, Talent, TV1 e Wunderman.

 

Depois de várias tentativas frustadas, a AgênciaClick sagrou-se campeã pela primeira vez, derrotando a Predicta na final.

 

Victor Lima, da Inter.net, foi o artilheiro, com 12 gols. Rapha Mateus, da Click, foi de novo o melhor goleiro. Vitor Fontana, da Nova/SB, foi eleito o craque. Raphael Martinez, da Riot, foi o melhor defensor. A Riot acabou faturando também o Espírito Super Liga.

Super Liga 8

out-nov/2013

AD.dialetto, AgênciaClick, Africa, Café, Cia Group, Inter.net, Jotacom, Leo Burnett, Loducca, Peppery, Predicta, Out Promo, Riot, Spot Promo, TV1 e WMcCann mediram forças na 8ª edição da Super Liga.

 

E depois de mostrar um belo futebol e muita competitividade, a equipe da Spot Promo se juntou ao clube das campeãs da Super Liga. A Spot derrotou a Inter.net na final para ficar com o título. Celso Bottino, da Leo Burnett, foi artilheiro pela terceira vez em uma Super Liga, dessa vez marcando 12 gols.

 

George Pereira, também da Leo, foi eleito o melhor goleiro. Guilherme Rossetto, da Spot Promo, foi escolhido o craque dessa edição. Alex Zwir, da Inter.net, foi novamente eleito o melhor defensor. A Spot Promo papou o título de melhor torcida e ficou com o Espírito Super Liga. 

Super Liga 9

abr-mai/2014

Mais uma vez com 16 equipes, a Super Liga passou a ter mais um bicampeão: a AgênciaClick, que superou AD.dialetto, Admotion, boo-box, Blinks, F.biz, In Foco, Inter.net, Jotacom, Leo Burnett, Nova/SB, Publicis, Predicta, Spot Promo, Tagg e UBM.

 

Em uma final que também pode ser considerada um dos jogos mais disputados de toda a nossa história, a Click derrotou a Inter.net e ficou com seu segundo título.

 

Luiz Kusuke, da AgênciaClick, bateu o recorde de gols marcados numa só edição: 18, e foi o artilheiro. Diego Costa, da Publicis, foi eleito o melhor goleiro da Super Liga 9. Igor Silva, da Admotion, foi escolhido o craque. Rodrigo Lima, da Leo Burnett, foi o melhor defensor. A Spot Promo ficou com o Espírito super Liga mais uma vez por levar a melhor torcida.

Super Liga 10

out-nov/2014

Com várias mudanças, incluindo local, formato e com a estreia da Série Prata, a 10ª edição contou com a participação de Blinks, Central Business, F.biz, In Foco, Inter.net, Jotacom, Leo Burnett, Predicta, Rapp Brasil, Tagg, WMcCann e Wunderman.

 

Destaques do campeonato, Leo Burnett e Wunderman chegaram a final para a decisão do título. A Leo chegava pela 5ª vez, enquanto que a Wunderman debutava como finalista. No final, a Leo Burnett se deu melhor, faturando seu quarto título, deixando a Wunderman com a 2ª colocação.

 

A Jotacom mostrou sua ascensão e ficou com o 3º lugar. Rodrigo Silva, da Jotacom foi escolhido o melhor goleiro. Antonio Simões Neto, da Wunderman, e Guilherme Teixeira, da Jotacom, foram os artilheiros, com 8 gols cada. Fábio Penna, da Leo Burnett, foi o craque dessa edição. A Jotacom faturou o Espírito Super Liga com a melhor torcida.

 

Super Liga 11

mar-mai/2015

Contando com ADmotion, ADTZ, Ag2 Nurun, Blinks, Inter.net, Isobar, Jotacom, Jüssi, Leo Burnett, Loducca, LTM, Octagon, Rapp Brasil e Wunderman, a 11ª edição da Super Liga Publicitária de Futebol Society voltou para o Playball Pompéia.

 

Depois de chegar ao tetracampeonato na edição passada, a Leo Burnett decepcionou e acabou sendo eliminada na primeira fase. A Isobar, ausente na SL10, mas vencedora da Recopa 2014, também acabou ficando pelo caminho. Inter.net e Jotacom foram mais eficientes que todas as equipes e chegaram a final. A Jota, mantendo a evolução a cada edição, chegava pela primeira vez para a disputa do título. A Inter, já cansada de tanto bater na trave em busca do bicampeonato, tinha mais uma chance. E numa partida bem disputada, a Inter.net levou a melhor e ficou com o bi.

 

Vice-campeã na SL10, a Wunderman ficou em 3º lugar. A Loducca ficou com o prêmio Fair Play, Bernardo Guerra (LTM) foi o melhor defensor, Ewerton de Brito (Inter.net) foi o melhor goleiro, Raphael Gonçalves (Inter.net) foi o artilheiro com 8 gols e Pedro Araújo (Octagon) foi o craque. A Blinks ficou com o prêmio #superligaonze, realizado através da interação pelo Instagram.

Super Liga 12

set-nov/2015

Contando com ADTZ, Agência Um, Criteo, Enext, Isobar, Jotacom, Leo Burnett, LTM, a House da Netshoes, Octagon, Publicis, Reach Local, Talent, Tudo, UBM e Wunderman, a 12ª edição da Super Liga Publicitária de Futebol Society teve 16 equipes e fez a 2ª edição da Série Prata.

 

Vencedora da SL11, a Inter. net desmontou a equipe e acabou ficando de fora, impossibilitando assim suas chances de chegar ao tri. Com as duas melhores campanhas do torneio, ADTZ e Leo Burnett chegaram a final. Favorita ao título, a ADTZ, que já havia vencido a Leo na fase de grupos, não fez um bom jogo. A Leo superou todas as suas dificuldades e, com muita raça, conquistou pela quinta vez o título do torneio.

 

A LTM, que novamente fez uma ótima campanha, ficou em 3º lugar, além de faturar o prêmio Fair Play. Wilson Dodô (Wunderman) foi o melhor defensor, Celso David (ADTZ) foi o melhor goleiro, Flávio Valiati (ADTZ) foi o artilheiro com 11 gols e o craque do campeonato. Estreantes, a Agência Um derrotou a Netshoes na final e ficou com a Série Prata.

Super Liga 13

mar-mai/16

Pela primeira vez na história, a Super Liga Publicitária abriu suas portas para outras empresas do mercado publicitário, e pode contar com a participação da O2 Filmes e OLX. Além delas, Wunderman, Tboom/Central Business, Agência Um, ADTZ, Cheil, LTM, UBM, Leo Burnett, Criteo, Sizmek, Blinks, Octagon, Netshoes e Isobar disputaram o título dessa 13ª edição.

Defendendo o título conquistado na SL12, a Leo Burnett chegou a final com uma campanha de respeito e enfrentou a Tboom/Central Business, que apesar de invicta, teve alguns tropeços pelo caminho. Porém, depois de outras participações sem muito sucesso, a Tboom/Central venceu a Leo de virada e sagrou-se a grande campeã. A Criteo, equipe em franca ascensão no torneio, ficou com o terceiro lugar. A Agência Um se tornou bicampeã da Série Prata, ao vencer a Cheil.

A O2 Filmes ficou com o prêmio Fair Play, a Agência Um levou o “Copo de Ouro”. O melhor defensor foi Rodrigo Lima (Leo Burnett), o melhor goleiro foi Diego Costa (Leo Burnett), o artilheiro foi Fábio Penninha (Leo Burnett), com 12 gols e o craque do campeonato foi Rafael Moraes (Tboom/Central Business).

Super Liga 14

set-nov/16

Mais uma vez, a Super Liga contou com 18 equipes. Participaram dessa edição a Agência Um, Banco de Eventos, Content House, CP+B, Criteo, Isobar, Leo Burnett, Leograf, LTM, O2 Filmes, Octagon, OLX, Rapp Brasil, Sizmek, Soap, Spot Promo, Tboom/Central Business e UBM Brazil. Nessa edição realizamos o campeonato na Arena Nacional Fut7, local que foi muito elogiado pelos participantes.

Defendendo seu primeiro título, conquistado na SL13, a Tboom/Central Business não conseguiu manter o nível da edição passada e ficou pelo caminho. A edição foi marcada pelo sucesso de estreantes ou equipes que nunca foram longe na competição. A Soap conseguiu se classificar, passando da fase de grupos. UBM Brazil quase chegou a final e acabou na terceira posição. A Octagon faturou a Série Prata ao vencer a Leograf e a LTM levantou pela primeira vez o caneco!

Rodrigo Lima, da Leo Burnett, faturou mais uma vez o prêmio de melhor defensor. Renan Kabayashi, da Agência Um, foi o melhor goleiro dessa edição. O artilheiro foi Cristiano Sousa, da OLX, com 13 gols. Cristiano também foi eleito o craque da competição.

Super Liga 15

mar-mai/17

A 15ª edição da Super Liga Publicitária contou com 14 equipes, sendo elas: Rockcom, OLX, Facebook, Octagon, Rapp Brasil, Criteo, Leo Burnett, E/OU, O2 Filmes, Wunderman, Reamp, Leograf, e a campeã da SL14, a LTM, que entrou com 2 equipes!

Dentre as estreantes, o destaque foi para a Rockcom, que veio com um bom time e chegou até as quartas de final. A Leograf, estreante na edição passada, dessa vez evoluiu e chegou na 4ª colocação. Outra boa surpresa foi a Rapp Brasil, que sempre amargou campanhas fracas em outras edições, mas dessa vez levou o caneco da Série Prata! A Octagon, vencedora da Prata na SL14, dessa vez foi à final da Série Ouro. O título está amadurecendo, mas ainda não foi dessa vez. A LTM venceu a final e entrou para o “Clube das Bicampeãs”, que já inclui Predicta, Isobar e Inter.net.

 

Fernando Robles da Octagon, foi o artilheiro, com 9 gols marcados. Ele também foi eleito o craque da edição. O goleiro do campeonato foi Pedro Uchôa, da Rockcom, e Bernardo Guerra, da LTM, o melhor defensor.

Super Liga 16

set-nov/2017

A 16ª edição contou com a participação de 16 equipes, sendo elas: SBT, Leograf, Appnexus, Soap, Octagon, Rockcom, LTM A, LTM B, Salve Tribal, Leo Burnett, Google, Criteo, Enext, Globosat, OLX e E/OU - MRM. 


A Rockcom, estrante na edição passada, manteve a base da equipe, porém com mais entrosamento e experiência, e chegou ao seu primeiro título. Na grande final a equipe derrotou a tradicional Leo Burnett, pentacampeã que não levanta um caneco desde a 12ª edição.

Pela Série Prata, tivemos a vitória da LTM B sobre a OLX. Com o triumfo, a LTM passa a ser a única com os 3 títulos possíveis da Super Liga : Série Ouro, Série Prata e a extinta Recopa. Além da Rock, campeã da Série Ouro, da Leo Burnett, vice-campeã, a estreante Globosat derrotou a Octagon e ficou com o terceiro lugar. O melhor defensor foi Mahall, da Octagon. Renanzinho, da Globosat, foi escolhido o melhor goleiro. Nessa edição tivemos 2 artilheiros: Fábio Couto (Globosat) e Felipe Leitão (Octagon), com 6 gols cada. O craque do campeonato foi o Tezolin, da Rockcom.

Please reload